desilusão

A Casa dos Espelhos (ou “O porquê de eu te amar”)

Ela não entendia como eu era capaz de amá-la. Tentei contar a verdade, mas não consegui. Às vezes, parece que existe uma distância quase impossível entre os sentimentos mais profundos e os verbetes do dicionário. Aí só nos restam gemidos inexprimíveis. Ou histórias. E essa é a história de porquê a amo: Era uma vez, […]